Declaração do Diretor Executivo do UNODC por ocasião do Dia Internacional contra o Abuso de Drogas e o Tráfico de Ilícitos

Imprimir PDF

Todos os anos esta indústria de 320 bilhões de dólares mata até 200.000 pessoas em todo o mundo. As drogas ilícitas representam um desafio global para a Comunidade Internacional. Não podemos nos permitir de ignorar esse problema transnacional e o impacto que tem sobre os países desenvolvidos e em desenvolvimento. Mas nossas ações devem se basear em um entendimento dos fluxos e movimentos de drogas ilícitas.

 

No Dia Internacional contra Abuso de Drogas e Tráfico de Ilícitos, tenho orgulho de lançar o Relatório Mundial sobre Drogas de 2012 do UNODC. O Relatório Mundial sobre Drogas é nossa principal publicação. A edição deste ano é mais curta, mais analítica e mais baseada em evidências.

 

De acordo com o Relatório de 2012, cerca de 230 milhões de pessoas ou 5% da população adulta mundial usam drogas ilícitas pelo menos uma vez por ano. O relatório também mostra que, enquanto o consumo de drogas ilícitas é estável nos países desenvolvidos, nos países em desenvolvimento está aumentando. A produção global do ópio cresceu e totalizou 7.000 toneladas em 2011. Isto é um aumento significante em comparação com os baixos níveis de 2010, quando doenças de plantas destruíram aproximadamente metade do cultivo. Na média, o Afeganistão continua a produzir cerca de 90% dos opiáceos do mundo cada ano. A respeito de cocaína, a área total sob cultivo de coca no mundo caiu 18% entre 2007 e 2010, e 33% nos 10 anos entre 2000 e 2010.

 

Além disso, existem várias tendências emergentes.

  • Primeiro, o aumento do uso de desomorfina, chamada Krokodil. Esta droga substituiu a falta de heroína em partes do leste Europeu. Ela tem as consequências muito mais letais para a saúde do que a heroína.
  • Segundo, há aumentos no uso de novas substâncias psicoativas fora das Convenções de Controle de Drogas. Tais substâncias têm os mesmos efeitos como as drogas ilícitas, como cocaína ou ecstasy, e frequentemente são vendidas como "sais de banho" ou "adubo de plantas".

 

 

Como a organização das Nações Unidas que lidera a área de drogas ilícitas, o UNODC está apoiando a construção de uma resposta integrada a estas questões transnacionais. Mas, se queremos confrontar estes desafios com êxito, temos também que reduzir a demanda por drogas com abordagens baseadas na prevenção, tratamento, reabilitação, reintegração e saúde.

 

Um dos nosso desafios mais importantes é apoiar os países a sustentar seu desenvolvimento. O recente processo da RIO+20 mostrou que a Comunidade Internacional continua determinada em prestar assistência a milhões de pessoas em todo mundo.

 

UNODC continuará a ser a agência líder na área de drogas ilícitas e o crime organizado transnacional. Nosso papel é simples, temos que apoiar os usuários problemáticos de drogas, bem como ajudar os Estados Membros em confrontamento das redes criminosas que atuam nas mortes e violência.

Missao ANPUAD

Nossa Missão

"Desenvolver um conjunto de ações de prevenção ao uso e abuso de 
Drogas e a violência, apoiando iniciativas com a família, escolas, 
instituições governamentais e não governamentais e da sociedade Civil"

TV ANPUAD

You need Flash player 6+ and JavaScript enabled to view this video.

Faça sua Doação

Banco do Brasil S/A

Conta Corrente: 16.935-8
Agencia: 4302-8 Campo Limpo (SP)
11 2107-6200 - fone
11 5842-7644 - fax
age4302@bb.com.br

Anuncios




Mapa Localização

Contato

ANPUAD 
 

(11) 5842-8933


anpuad@anpuad.org.br


Estrada do Campo Limpo, nº 2.653


SÃO PAULO - SP - CEP: 05777-000

Redes Sociais

facebook twitter buzz